Distribuidora de alimentos: como elas estão operando no meio digital?

Distribuidora de alimentos

É inegável o poder da internet na nossa sociedade. De acordo com os dados do IBGE, o Brasil possuía, em 2017, 126,4 milhões de internautas – o que representava quase 70% da nossa população.

Justamente por isso é impossível pensar em estratégias de marketing e de comércio que não usem o meio digital. Para quem tem uma distribuidora de alimentos, é preciso estar antenado nessas mudanças, desenvolvendo estratégias e formas de inovar e alcançar um público cada vez maior.

Esse é o seu caso? Continue lendo este artigo e veja as dicas e novidades que separamos!

Como o meio digital tem ajudado as distribuidoras de alimentos?

O setor de distribuição de alimentos, historicamente, precisa conviver com alguns desafios. Para resolvê-los, a tecnologia pode ser uma grande aliada. Veja alguns:

Custo da mão de obra

Para competir em um mercado acirrado, é indispensável contar com uma mão de obra especializada. Porém, nem sempre é fácil encontrar esses profissionais – e o custo elevado torna difícil para algumas empresas operarem.

Por isso, muitos negócios têm investido em softwares que automatizam diversas funções, como: controle de estoque, planejamento de vendas, atendimento ao cliente, entre outros.

Usar sistemas que integram controle de vendas, estoque e logística, por exemplo, ajuda a reduzir o tempo entre o fechamento de uma venda e a entrega do produto ao cliente.

Personalização e auxílio ao cliente

Uma distribuidora de alimentos é mais do que apenas uma empresa que vende itens e oferece bons preços. Ela precisa ofertar vantagens aos seus clientes, compreender os benefícios dos produtos vendidos e entender que dessa parceria depende também o sucesso da sua clientela.

Por isso, muitas empresas estão apostando no meio digital para encurtar distâncias e conseguir falar diretamente com seus clientes, oferecendo mais informações, diferenciais e contato personalizado com essas pessoas.

Além dos sites de vendas, é comum encontrarmos blogs, canais de vídeos e outras formas de comunicação com esses consumidores, visando ajudá-los a compreenderem melhor os produtos vendidos, transformarem a gestão dos seus negócios e conseguirem o sucesso.

Afinal, se os seus clientes encontram sucesso, eles continuam comprando de você e aumentando o sucesso da sua própria distribuidora.

Reconhecimento da marca

Como dissemos, o setor alimentício é bastante concorrido e fazer com que a sua distribuidora de alimentos seja lembrada pelos clientes nem sempre é uma tarefa fácil.

Novamente, as estratégias digitais podem ajudar. A presença nas redes sociais, a disseminação de conteúdos em blogs, os sites bem posicionados nos mecanismos de busca e a interação via e-mail marketing ajudam a fazer com que essas pessoas criem um relacionamento e um vínculo com a sua marca.

Além disso, as plataformas digitais são ótimas oportunidades para posicionar corretamente a sua marca. Por exemplo, oferecendo conteúdo rico e informativo, diferenciando o seu negócio e colocando-o como destaque do setor na mente dos consumidores.

Distribuidora de alimentos e e-commerce: como conciliar essas duas ideias?

Outra via que tem sido explorada por algumas distribuidoras é o e-commerce. Nessas lojas virtuais, é possível:

  • atingir mais clientes;
  • aumentar a penetração da sua marca;
  • atender mercados variados;
  • compreender melhor a sua demanda;
  • aliar estratégias diferenciadas de comunicação e relacionamento com o cliente, como blogs e e-mail marketing.

Um exemplo bem bacana é o atacado online da Pif Paf. Nele, o cliente poderá encontrar praticamente todo o catálogo da empresa e fazer as suas compras no momento em que lhe for mais agradável.

Essa liberdade, permite que o cliente analise com calma as opções disponíveis, compare o custo benefício oferecido pela distribuidora de alimentos e faça as suas compras fora do horário comercial, desafogando a agenda do empreendedor do ramo alimentício.

Tudo isso, é claro, se converte em uma melhor experiência, relacionamento diferenciado com a marca, fidelização e aumento das vendas.

E, então, gostou de saber como incluir a distribuidora de alimentos no mundo digital? Aproveite e compartilhe essas informações com os seus amigos nas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *